Colunistas João Wellington Lehnen

Futebol em Destaque 02.08.2019

DUPLA GRE-NAL – Foi desanimador para gremistas e colorados assistirem os jogos de suas equipes diante do Ceará e CSA. 

Jogos horríveis. A certa altura foi de “dar sono” no torcedor. A equipe do Internacional até iniciou bem, buscando marcar um gol para a conquista dos três pontos e após muita insistência conseguiu através da Sarrafiore, ainda no primeiro tempo. A partir de então passou a ceder muitos espaços, inclusive no segundo tempo.  

Já o jogo do Grêmio de Tardelli e Cia, foi horrível. Ouvindo os comentários após o encerramento de torcedores gremistas, estavam chocados com o que assistiram, inclusive com o gol desperdiçado por Pepe, de forma inacreditável, o que não é normal por parte deste jogador. De bom mesmo para o Grêmio, foi à notícia da possibilidade de não venda do Everton Cebolinha. Evidente que isto afetará e muito as finanças do clube se não ocorrer à venda, mas para o grupo e o treinador seria muito bom. Será?

PROXIMOS JOGOS DA DUPLA

Dia 03/08: Fluminense x Inter e dia 05/08: Grêmio x Chapecoense e dia 07/08: Cruzeiro x Inter pela Copa do Brasil.

OURO VERDEFoi só observarmos da possibilidade do time da panela (Alan e Cia) juntamente com o “pé frio” Alisson ter vencido, que o treino do último sábado voltou à normalidade, ou seja, mais uma derrota do Periquito (paneleiros) por 4 x 7. E o Alisson? Ora, desta vez tentou mudar sua sorte e foi para o gol, porém sem nenhum resultado, haja visto que, com as baixas temperaturas apresentadas, 22 corajosos atletas se fizeram presentes e o time da panela mais uma vez sendo derrotado, inclusive com Pato, como de costume esbravejando muito, na tentativa de ser o bola cheia do treino, mas algo acontece que não o deixa, creio ser a falta do futebol. Mas, convenhamos em termos de berros ele está superando quase todos, apenas disputa com o Clovinho. Resumindo o treino com a palavra “CORAGEM E FOME”. Coragem em enfrentar a temperatura gelada e fome de bola para jogarem. Abaixo publicamos a foto dos “corajosos” do treino, que tiveram a coragem de enfrentar a baixa temperatura atrás da Jabulani.

AVP PALMEIRA FUTEBOL 11 – Segundo Carlos Lauxen, coordenador do grupo da AVP Palmeira Futebol 11, a equipe jogou no último sábado, no Estádio Luciano Ferreira Martins, em Palmeira das Missões, onde foi derrotada pela forte equipe do Guarani, da cidade de Erval Seco, pelo placar de 3 x 2. Os gols da equipe palmeirense foram marcados por Dionatan e Dimi. Já no último, atendendo convite da Secretaria de Esporte e Lazer, fizeram o jogo preliminar da final da segunda edição da Copa Palmeira e Filhos da Palmeira, vencendo um combinado montado pelo Pedro Estanho, por 2 x 1. O próximo compromisso da equipe será no sábado (03), frente o Flamengo, na cidade de Panambi.

COPA PALMEIRA E FILHOS DA PALMEIRA – Na tarde do último domingo aconteceu à decisão da segunda edição da Copa Palmeira e Filhos da Palmeira de Futebol de Campo, ocasião em que sagrou-se campeã a equipe de Cerro Grande, tendo como vice-campeã, a equipe de Palmeira das Missões. O resultado foi de 3 a 0 para Cerro Grande. Parabéns a todas as equipes participantes e a comissão organizadora da competição, revivendo momentos do nosso futebol de campo tão esquecido na comunidade e região.

IMAGEM DA SEMANA

O Internacional venceu por 1 x 0 a equipe do Ceara no último sábado, porém houve o lance da bola na mão do Sarrafiore no final do segundo tempo, lance este bastante questionado pelo treinador Ederson Moreira do Ceará. Buscando detalhes em vídeo no Youtube, vi e ouvi a explicação do ex-árbitro e atual comentarista do Esporte Interativo Péricles Bassols, que disse que VAR é orientado a agir no caso da marcação de penalidades, quando a bola bater exclusivamente na mão fora da linha do corpo do jogador, desde que a bola não tenha batido em qualquer outra parte do corpo do atleta. Em relação ao lance de Sarrafiore, a bola bateu primeiro na perna do jogador e depois na mão junto ao corpo num ângulo horizontal e assim, não configura penalidade. A melhor frase dada por um comentarista a meu ver foi de José Vilaron do Sportv: “O VAR é o meio mais justo no futebol, mas também o mais cruel”.