Notícias Estaduais

Professores da Serra paralisam contra atraso nos salários

Atividades pararam total ou parcialmente em 15 escolas estaduais de Caxias do Sul nesta quinta-feira

Por

Celso Sgorla

Alunos e educadores do Colégio São Tiago protestaram em Farroupilha 

Professores da rede estadual na Serra gaúcha aderiram ao movimento de paralisação deflagrado pelo Cpers-Sindicato em razão do atraso nos salários. Em Caxias do Sul, conforme o diretor  do 1º Núcleo do Cpers, David Orsi Carnizella, pelo menos 15 escolas tiveram paralisação total ou parcial nesta quinta-feira. Um grupo de profissionais se reuniu na praça Dante Alighieri, no centro da cidade, para também distribuir materiais sobre a reforma da Previdência.

Em Farroupilha, pais e alunos dos colégios estaduais São Tiago, Carlos Fetter, Olga Ramos Brentano e Farroupilha realizaram manifestações na manhã desta quinta, pedindo atenção do governo estadual para a falta de professores no município. Um dos atos ocorreu em frente ao Colégio Estadual São Tiago e o outro foi na Praça da Matriz.

Em Bento Gonçalves, a diretora do 12º Núcleo do Cpers, Juçara de Fátima Borges, informou que houve a adesão das dez principais escolas do município. Segundo ela, instituições de Veranópolis, Carlos Barbosa e Cotiporã também aderiram aos protestos.

Uma das medidas determinadas pela 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) para minimizar a situação nas cidades foi remanejar funcionários que trabalham nas secretarias das instituições para que retornem às salas de aula.