Esportes

De volta, Danilo Fernandes revela nervosismo até no aquecimento “Estava bem ansioso”

Por Eduardo Deconto — Porto Alegre

De volta, Danilo Fernandes revela nervosismo até no aquecimento De volta, Danilo Fernandes revela nervosismo até no aquecimento

Eduardo Deconto

Danilo Fernandes pisou o gramado do Beira-Rio para permanecer durante pouco tempo, apenas para o aquecimento. Mas cada minuto valeu muito. Após nove meses em recuperação de uma grave lesão no ombro direito, o goleiro voltou a ser relacionado e ficou no banco de reservas na vitória do Inter por 2 a 1 sobre o Flamengo, nesta quarta-feira, pela 2ª rodada do Brasileirão.

A partida foi especial para o camisa 1 mesmo sem atuar um minuto sequer. Ainda antes de a bola rolar, Danilo teve seu nome ovacionado no anúncio das escalações. Depois, voltou a participar da “resenha” com os companheiros no vestiário, já saboreando o triunfo.

– Fiquei mais nervoso de entrar em campo hoje do que na estreia. Passa um filme na nossa cabeça. Sentir novamente o clima da concentração, vestiário, voltar na resenha com o pessoal. Eu estava bem ansioso por esse dia, por essa volta de convivência com o grupo nas concentrações. Esse carinho é o que me motiva a cada dia para curtir esse momento – disse o goleiro, na zona mista após a partida.

Melhores momentos: Internacional 2 x 1 Flamengo pela 2ª rodada do Brasileirão 2019

Melhores momentos: Internacional 2 x 1 Flamengo pela 2ª rodada do Brasileirão 2019

Ao lado do filho, Bento, e com um largo sorriso no rosto, Danilo lembrou dos momentos de dificuldade por que passou durante a recuperação. E ainda rebateu especulações – ou “boatos” – de que deixaria o Inter ou de que não aceitaria a reserva.

– É muito complicado. A gente sofreu. O apoio da minha família, do meu filho, da minha filha e da minha esposa… Foram fundamentais para minha recuperação. Tinha dia que não dava vontade de sair de casa. Foi período um pouco mais demorado do que imaginava, mas hoje vou rir de tudo isso, estou à disposição e feliz – afirmou, antes de desabafar. – Eu já ouvi que estava vendido, que estava recusando ir para o banco. Às vezes, falta um pouco de respeito. Não sei de onde surgem esses boatos, mas pouco importa

Danilo voltou ao banco de reservas pela primeira vez desde que rompeu o tendão do ombro direito, em 29 de julho, na vitória do Inter por 3 a 0 sobre o Botafogo, no Brasileirão de 2018. De lá para cá, foram exatos 276 dias. O goleiro passou por cirurgia em agosto passado.

Embedded video

Eduardo Deconto

@_eduardodeconto

Desde então, Danilo iniciou um longo processo de recuperação. Ele ficou 45 dias com o braço imobilizado antes de passar para a fisioterapia. Os primeiros trabalhos com bola, ainda com restrições, foram realizados a final do ano passado. Recuperado, Danilo foi plenamente liberado para os treinamentos no início deste ano.

Mas as dores persistiram a incomodar e atrasaram seu retorno ao gramados. Neste período, ele sofreu uma pequena lesão muscular e ficou fora da lista de inscritos para a Libertadores. A avaliação da comissão técnica à época era de que ele ainda estava distante de estar apto a atuar pelo Inter. Assim, Camilo ganhou sua vaga, e Keiller foi inscrito.

À espera da primeira chance na temporada e após a lesão, Danilo já sabe qual será o próximo passo em sua retomada. O goleiro será inscrito para as oitavas de final da Libertadores.

Após a primeira vitória o Brasileirão, o elenco colorado se reapresenta para trabalhos na tarde desta quinta-feira. O Inter volta a campo no próximo sábado, às 19h, quando enfrenta o Palmeiras em São Paulo, pela 3ª rodada do Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte