Colunistas João Wellington Lehnen

Futebol em Destaque 22.03.2019

GRENAL 418 – Um GRE-NAL muito contestado por parte dos torcedores, em especial os do Grêmio, que se deslocaram de cidades distantes e ao entrarem no estádio foi surpreendidos com escalação de uma equipe mista-reserva. Já a diretoria do Internacional havia antecipado a seus torcedores e a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) que escalaria equipe mista como forma de protesto pela ampliação da punição ao Niko Lopes. Acredito que tudo isto já estava planejado, em função da falta de importância da partida, já que as duas equipes já estavam classificadas para a próxima fase do Campeonato Gaúcho, além da necessidade de preparação para os jogos da Copa Libertadores da América, considera mais importante por parte de suas direções. A vitória do Grêmio pelo placar magro de 1 x 0 foi merecida, que dá uma mostra da qualidade dos grupos que possuem, tanto na base como reservas. Também ficou evidente, que as direções e comissões técnicas tinham certa preocupação em relação a uma possível derrota no clássico, por isso, acabaram escalando as equipes com jogadores reservas. Após o encerramento da partida acompanhei a coluna ouço Gremistas e Colorados, ocasião em que seus participantes chegaram à conclusão de que o Gre-Nal 418 foi o Gre-Nal do medo. Quem está certo?

OURO VERDEApesar da ocorrência de rodadas nos Campeonatos de Verão do Centenário e Guarita, a presença de sócios do Esporte Clube Verde para participarem do treino foi muito boa.

Em relação ao tradicional choro nada mudou, ou seja, alguns reclamam que a equipe “A” foi escalada com os melhores jogadores, outros que a equipe “B” é que foi escalada com os principais jogadores, mas, para saber quem tem razão, ocorre somente após o encerramento do treino. O treino do último sábado inclusive contou com a participação de ouroverdeanos que residem em outros municípios, que estava visitando seus familiares e amigos em Palmeira das Missões, como o caso de Paulinho Almeida, conhecido por Paulinho do Bradesco, aposentado e atualmente morando em Porto Alegre. Pauinho teve uma ótima atuação, merecia ter marcado um gol no treino, em uma jogada em que driblou três atletas da equipe adversária (Periquito), mas na hora H, chutou pra fora. Mais uma vez, os goleiros foram destaques do treino, especialmente Douglas que fez com que os atacantes da equipe adversária ficassem irritados em função das suas ótimas defesas. O treino terminou com vitória da equipe Periquito (da presidência/panela), sobre a Canarinho pelo placar de 5 a 3.

Após o encerramento do treino, a tradicional “loira gelada” com os sobreviventes das geladas (rebeldes do 190 familiar), ou seja, os que ainda tem licença para permaneceram no estádio. Os demais (sem autorização) segue a antiga e tradicional denominação dos “Sem Licença” ou “Se a Mulher Deixar” (SMD).

AVP PALMEIRA FUTEBOL 11: A equipe da AVP Palmeira Futebol 11, no último sábado (16/03), jogou uma partida na cidade de Pinhal, onde venceu a Associação de Veteranos, pelo placar de 2 a 1. Os gols da equipe palmeirense foram marcados por Alessandro e Dionatan. Segundo Carlos Lauxen, foi um jogo bastante disputado até o último momento, em razão da qualidade da equipe adversária. Estão de parabéns os atletas da equipe da AVP Palmeira Futebol 11 que tem muito bem representado o município de Palmeira das Missões dos jogos em que têm realizado em toda a região. No próximo sábado, a equipe da AVP receberá no Estádio Luciano Ferreira Martins, o Castelinho de Frederico Westphalen.

CLUBE CENTENÁRIO: Como já havia observado na edição anterior, sobre a possibilidade da ocorrência de alterações no regulamento do Campeonato de Inverno deste ano, do Clube Centenário, o que confirmou em reunião realizada pela direção com os representantes das equipes. A Categoria Sênior passará para 32 anos, a Master para 37, a Super Master 44 anos e a Veterano 51 anos. A regra também vale para os goleiros. A única exceção será o goleiro da categoria Veteranos, idade mínima de 44 anos. Creio ser uma iniciativa para melhorar as disputas e deixar as equipes em igualdade de condições.

FOTO LEMBRANÇA DA SEMANA: A foto abaixo é da equipe do “Ideal”, clicada na década de 70, que tentei identificar seus componentes, porém não consegui identificar todos. A equipe disputava seus jogos no Estádio Estrela D’alva do Esportes Clube Ouro Verde e também em outras cidades da região, porém sem nunca ter conquistado um título.

Em pé: Borela (treinador), Teté, (não identificado), Tetê Rodrigues, Gordo do Gás, João Paulo Lima e Paulinho Almeida e agachados Amilton Gauchinho, Coxa, Souza, João Paulo, Carlos, Carlinhos Engraxate e Leandro Lili.