Notícias Locais

Associação de Catadores Recicláveis Palmeira Verde recebe terreno da prefeitura

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Palmeira Verde, incubadora do Campus da Universidade Federal de Santa Maria, de Palmeira das Missões, recebeu no dia 31 de janeiro, o terreno onde será construída a sua sede. O local, que fica nas proximidades da Escola Presidente João Goulart (CIEP), foi cedido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente e visa proporcionar melhores condições de trabalho aos associados.

A Associação Palmeira Verde, desde o ano de 2017, está entre as 10 entidades em período de incubação na Incubadora Social da Universidade Federal de Santa Maria. O trabalho cooperativo, em regime de economia solidária, é foco da Associação, que busca melhores condições de trabalho e qualidade de vida para seus membros e familiares, bem como geração de renda para as famílias através de um trabalho digno, com viés socioambiental. 

O terreno entregue ainda precisa ser terraplanado para melhorar o acesso e possibilitar a construção de um galpão. Segundo a representante institucional da UFSM, Jñana Gadea de Mello, responsável pela associação incubada, enquanto os associados ainda não contam com o terreno estruturado, o trabalho da coleta, separação e venda dos resíduos é realizado de forma individual. “A construção de uma sede objetiva inicialmente servir como ponto de recebimento dos materiais, com equipamentos simples como uma balança e uma prensa, dispensando a necessidade de vender para os atravessadores e podendo, assim, ter melhor retorno financeiro, vendendo os produtos em maior quantidade, prensados e pesados. A longo prazo, objetiva-se que no local possa ser realizado parte do processo de reciclagem de alguns dos materiais, agregando ainda mais valor ao produto final”.

Ainda conforme Jñana, a aquisição do terreno é um grande passo, mais ainda há muito que ser feito. Com isso, a Associação Palmeira Verde busca, constantemente, auxílios de diversas maneiras, desde recursos financeiros, apoio para aquisição de equipamentos, capacitações para gestão do empreendimento, saúde e segurança do trabalho e interesse de empresas que queiram destinar seus resíduos recicláveis. Os principais materiais recolhidos pelos catadores são plásticos duros, papel, papelão e alumínio. As parcerias com entidades e o apoio da sociedade durante este processo de estruturação são fundamentais e muito valiosas.

Os catadores interessados em participar da Associação ou empresas e entidades que tenham interesse em colaborar, podem entrar em contato pelos telefones: 99709-1196 (Antonio Eloi, Presidente) ou 3742-8803 (Jñana, Universidade Federal de Santa Maria).

Colaboração: Assessoria de Comunicação UFSM-PM

Fonte: Jornal Expressão Regional